Desde menino sou preocupado com as questões ambientais de minha terra natal. Quando iniciei minha carreira internacional em 1997 levantei  a bandeira da preservação de uma das maiores riquezas naturais do planeta, e passei a ser conhecido como “Jungle Boy” (Garoto da Selva) até chegar na Fórmula 1.
Agora tenho estampado
“Save the Amazon” (Salve
a Amazônia) na carenagem de meu StockCar. Essa luta é minha, porque quero o bem do lugar onde nasci. Mas é também de todos, porque a Amazônia é nossa. Ela é fundamental para nosso país e para todo o planeta. A iniciativa de conservar a natureza precisa partir de dentro da pessoa, cada um tem que fazer a sua parte. Idéias não faltam. Só está faltando mesmo atitude.

Quem sou eu ...

  • Desde que comecei a minha
    carreira, sempre fiz
    questão de mostrar a todo
    mundo que sou da Amazônia.
    Quando estou de folga
    gosto de praticar todos os
    tipos de esportes, além de
    ficar com meus amigos e
    família em Manaus. Ouço
    todo tipo de música, mas
    gosto muito do U2. Nas
    minhas horas vagas gosto
    de tocar cavaquinho e
    guitarra. Comecei a andar
    de kart com 11 anos. Fui
    tricampeão paulista e
    levei o título brasileiro
    em 1996. Nesse mesmo ano
    fui me aventurar no
    exterior, para depois ser
    campeão da Fórmula
    Vauxhall Jr, Fórmula
    Renault Inglesa e Fórmula
    3 Inglesa. Disputei três
    temporadas da Fórmula 1 e
    duas na Champ Car. Hoje
    sou profissional da Stock
    Car, a principal categoria
    do automobilismo aqui no
    Brasil.



    Meu perfil
    BRASIL, Norte, MANAUS, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese, English



    Arquivos

    Votação
     Dê uma nota para meu blog

    Outros links
     UOL - O melhor conteúdo
     BOL - E-mail grátis




a
 
 


A Stock Car vem crescendo de uma maneira incrível nos últimos anos.

Merecem aplausos pelo que já alcançaram até agora. No entanto, com

nível de pilotos e de promoção tão grande, acho que merecemos mais

profissionalismo em certas coisas.

 

A minha insatisfação depois dos treinos classificatórios foi

enorme. No calor da situação reclamei e reitero a minha posição,

falei muita coisa, mas nada pessoal, principalmente quando me

refiro a um colega piloto. Desculpei-me pessoalmente com o Cacá e

repito: nada pessoal contra ele.

Se o Cacá é beneficiado ou não em certos momentos, ninguém sabe.

A categoria peca quando dá margem a nós pilotos, equipes,

torcedores e espectadores pensarmos dessa maneira. Regras existem

para ser cumpridas e não para serem alteradas a cada corrida. 

 

Entendo perfeitamente que a corrida nas ruas de Salvador foi um

caso a parte, mas em quase todas as etapas tivemos novidades esse

ano. Espero que a categoria continue crescendo muito, de uma

maneira correta e profissional, acompanhando principalmente o

nível dos pilotos e o que a Stock Car merece.

 

Chegou até aos meus ouvidos a informação de que devido as minhas

declarações eu não era mais um piloto bem quisto dentro da

categoria e a partir de agora eu seria marcado até eu sair dela.

Não vou citar nomes, mesmo porque não posso acreditar que isto

ocorra na Stock Car.

 

Sou um piloto que nunca me envolvo em incidentes. Não recebo

reclamações de outros pilotos em relação as minhas atitudes dentro

e fora das pistas. Jogo limpo sempre! Tenho certeza que se

perguntarem a todos os pilotos se algum deles tem reclamação de

algo que eu já fiz na Stock Car, ninguém vai se manifestar de

forma negativa. Assim foi e vem sendo em toda a minha carreira até

agora. Poderia passar novamente por todas as categorias que já

passei de cabeça erguida e com a consciência limpa de que joguei

limpo sempre.

 

No entanto, gostaria aqui de me retratar e pedir desculpas ao

Carlos Montagner, um gentleman, uma pessoa que admiro muito, pois

fui muito mal educado quando conversei com ele. Continuo

defendendo minhas idéias e minhas crenças, ainda mais por serem

relacionadas à minha profissão, ao meu trabalho, mas fui

indelicado com ele. Desculpe-me Monte.

 



Escrito por Jungle Boy às 12h25
[] [envie esta mensagem
] []



 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]